Quanto tempo demora pro dinheiro da maquininha cair na conta?

Muitos empreendedores têm dúvidas sobre o funcionamento das maquininhas de cartão, especialmente quando se trata do prazo de recebimento do dinheiro das vendas.

No mundo dos negócios, onde o fluxo de caixa é rei, entender como e quando o dinheiro das suas vendas entra na sua conta bancária é crucial.

Este artigo é um guia prático para esclarecer essas questões, ajudando você a tomar decisões informadas que beneficiarão o seu negócio.

Da escolha do prazo de recebimento que melhor atende às suas necessidades até a análise das taxas associadas com cada opção, abordaremos os pontos essenciais para otimizar suas operações financeiras e manter sua empresa no caminho certo.

Quanto tempo demora para cair o dinheiro da maquininha?

Quanto tempo demora para cair o dinheiro da maquininha?

O tempo que o dinheiro da sua maquininha leva para cair na sua conta depende essencialmente do plano de recebimento que você escolheu com a sua operadora. 

Geralmente, as empresas que fornecem essas maquininhas, como Getnet, PagSeguro, InfinitePay, Sumup, Mercado Pago e Ton, oferecem opções variadas: você pode receber na hora, após 14 dias ou depois de 30 dias.

Cada opção reflete uma estratégia diferente de gestão financeira para o seu negócio.

Se você está buscando flexibilidade e acesso rápido ao seu dinheiro, a opção de recebimento instantâneo pode ser a ideal para você, apesar de vir acompanhada de taxas mais elevadas.

Essa escolha é perfeita para quando você precisa de liquidez imediata para lidar com as despesas do dia a dia ou para investir rapidamente em alguma oportunidade que surja para o seu negócio.

Por outro lado, se a sua prioridade é reduzir os custos com taxas de transação e você pode se permitir esperar um pouco mais pelo dinheiro, as opções de 14 ou 30 dias podem ser mais atraentes.

Essa decisão pode ajudar a melhorar a rentabilidade das suas vendas no cartão a longo prazo, especialmente se você tem um bom controle sobre o seu fluxo de caixa e não depende de liquidez imediata.

Além disso, muitas dessas empresas oferecem a possibilidade de alterar o seu plano de recebimento conforme as necessidades do seu negócio evoluem.

Essa flexibilidade é uma vantagem significativa, pois permite que você ajuste sua estratégia financeira em resposta a mudanças no mercado ou no seu próprio ciclo de vendas.

No fim das contas, a escolha do prazo para o dinheiro da maquininha cair na sua conta deve alinhar-se com a sua estratégia financeira global.

Considerar cuidadosamente suas necessidades de liquidez, as taxas associadas a cada opção de recebimento e o modelo de negócio que você opera é crucial para fazer a melhor escolha.

Com a abordagem correta, sua maquininha de cartão não só facilitará as transações, como também se tornará uma ferramenta estratégica para o sucesso financeiro do seu negócio.

Você busca uma máquina com as menores taxas?

Esse artigo aqui fez um levantamento das empresas que oferecem as menores taxas!

O que é prazo de recebimento?

O prazo de recebimento é um conceito que você, como empreendedor, definitivamente precisa conhecer.

Basicamente, é o tempo que leva desde a realização de uma venda no cartão até o momento em que o dinheiro está disponível na sua conta bancária.

Saber como isso funciona é essencial para planejar o fluxo de caixa do seu negócio e evitar surpresas desagradáveis.

Esse prazo pode variar bastante dependendo da empresa fornecedora da sua maquininha de cartão.

Como mencionamos antes, algumas oferecem opções de recebimento na hora, enquanto outras podem estender esse prazo para 14 ou até 30 dias.

Essa escolha afeta diretamente como você gerencia suas finanças, influenciando desde o pagamento de fornecedores até a capacidade de investimento do seu negócio.

É importante você se informar bem sobre os diferentes planos de recebimento oferecidos pela sua operadora de maquininha.

Assim, poderá escolher o que mais se adequa ao seu modelo de negócio.

Lembre-se: um prazo de recebimento bem escolhido pode ser a chave para manter a saúde financeira da sua empresa, garantindo que você tenha sempre capital de giro suficiente para suas operações diárias.

Qual prazo de recebimento devo escolher?

Primeiramente, avalie a sua necessidade de fluxo de caixa.

Se você precisa de acesso rápido ao dinheiro para cobrir despesas recorrentes, como pagamento de fornecedores ou salários, um prazo de recebimento mais curto, mesmo com taxas mais altas, pode ser mais benéfico para o seu negócio.

Por outro lado, se o seu negócio pode se dar ao luxo de esperar um pouco mais pelo dinheiro das vendas, optar por um prazo de recebimento mais longo pode ser mais vantajoso financeiramente.

As taxas para recebimentos em 14 ou 30 dias costumam ser menores, o que significa que você retém uma porcentagem maior de cada venda.

É crucial também comparar as taxas de diferentes empresas de maquininhas. 

Surpreendentemente, a taxa de recebimento na hora de uma empresa pode ser menor do que a taxa de recebimento em 30 dias de outra.

Portanto, não se limite a avaliar as opções dentro de uma única empresa; expanda sua pesquisa para garantir que você está obtendo o melhor negócio possível.

Ao final, a escolha do prazo de recebimento deve alinhar-se com a saúde financeira do seu negócio, seus objetivos a curto e longo prazo, e a estratégia operacional que você estabeleceu.

Uma dúvida comum: Posso repassar a taxa da maquininha para o cliente?

Quando a compra é parcelada o lojista recebe tudo à vista?

Quando seu cliente opta por parcelar a compra no cartão, a maneira como você, como lojista, recebe o pagamento pode variar.

De modo geral, o valor não é transferido de uma só vez para a sua conta.

Em vez disso, o pagamento é parcelado, seguindo o mesmo cronograma de pagamento escolhido pelo cliente.

Isso significa que, se uma compra é dividida em cinco parcelas, você receberá o pagamento em cinco vezes.

No entanto, existe uma opção que permite a você receber o valor total da venda antecipadamente: a antecipação de recebíveis.

Funciona assim: você solicita à empresa fornecedora da maquininha que antecipe o valor total das parcelas, mas há um custo para isso, conhecido como “taxa de antecipação”.

Essa taxa varia entre as empresas e pode impactar o montante final que você recebe.

A decisão de antecipar ou não os valores das parcelas deve ser ponderada.

Embora receber o dinheiro à vista possa ser atraente, especialmente se você precisar de liquidez imediata para reinvestir no seu negócio ou cobrir despesas operacionais, as taxas de antecipação podem reduzir a rentabilidade da venda.

Portanto, antes de optar pela antecipação, avalie sua situação financeira e necessidades. 

Para alguns, manter o fluxo de caixa alinhado com as parcelas pode ser uma estratégia mais equilibrada, evitando custos adicionais.

Para outros, a antecipação pode representar uma oportunidade de investimento ou de alívio financeiro imediato.

Lembre-se, cada negócio tem suas próprias demandas e fluxo de caixa.

A escolha entre receber parcelado conforme as vendas ou optar pela antecipação depende das suas necessidades específicas e da estratégia financeira do seu empreendimento. 

Avalie as condições oferecidas pela sua fornecedora de maquininha, incluindo as taxas de antecipação, para tomar a decisão que melhor se alinha aos interesses do seu negócio.

Rolar para cima
Abrir bate-papo
Quer ajuda?
Quer a MELHOR maquininha? Fale com a gente!